Direito e a carreira jurídica


Tudo o que você precisa saber sobre curso de Direito e a carreira jurídica.


Ser advogado ou juiz é o seu sonho? Se graduar no curso de Direito é o primeiro passo para uma brilhante carreira jurídica. A faculdade dura em torno de cinco anos e o salário estabelecido pelo conselho federal da categoria para profissionais iniciantes é de R$ 2.800. Mas os valores praticados no mercado costumam ficar em torno de R$ 2.100.

A área jurídica oferece um vasto leque de atuação. O profissional pode atuar em escritórios de advocacia, ser autônomo, tentar a carreira pública (Magistratura, Ministério Público, Tribunal Regional do Trabalho, Tribunal Superior Eleitoral, etc). Delegado de polícia e médico legal, por exemplo, também precisam ter passado pelo curso de Direito.

Como é a rotina de trabalho dos advogados?

Um advogado de escritório costuma ser procurado por vários clientes para representá-los em questões judiciais. Para isso, ele precisa realizar pesquisas jurídicas, elaborar pareceres, mediar acordos, fazer negociações, entre muitas outras atividades. Já os advogados de empresa, além de fazer tudo isso, ainda verificam contratos, reavaliam práticas do RH e estratégias processuais, entre muitas outras atividades.

O que se estuda no curso de Direito?

Durante o curso de Direito, que costuma ter 10 períodos, o universitário tem uma formação generalista. Os primeiros seis períodos mesclam matérias específicas com outras mais teóricas como, por exemplo, Sociologia. Já nos períodos finais, também ocorrem simulações e o trabalho de conclusão de curso (TCC).

Confira as principais matérias estudadas no curso de Direito:

Direito Penal;

Direito do Trabalho;

Direito do Consumidor;

Direito Previdenciário;

Direito Tributário;

Direito Civil;

Direito Administrativo;

Direito Ambiental;

Direito Comercial;

Direito Internacional;

Economia;

Língua Portuguesa;

Teoria do Estado;

Ética na Profissão;

Sociologia.

Estágio é um diferencial importante na carreira de quem faz curso de Direito

Ter experiência é um diferencial na carreira de qualquer profissional. No caso de quem optou pela carreira jurídica, é essencial colocar em prática o que é aprendido em sala de aula através do estágio. Ele é tão importante que a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) tem discutido a obrigatoriedade durante o curso de Direito.

Quando se tem certeza de que área pretende trabalhar, o ideal é que o universitário foque em oportunidades nesse ramo. Além disso, é preciso complementar as vivências com cursos de extensão que possam aprofundar mais os conhecimentos.

Já quem ainda não sabe em que ramo pretende se especializar após o curso de Direito, a recomendação é que faça estágio nas mais variadas áreas. Além de descobrir a vocação, cainda enriquece o currículo com a prática.

Após se formar no curso de Direito, o bacharel precisa ser aprovado na prova da OAB. Só então estará verdadeiramente apto a exercer a profissão.

O curso de Direito é generalista. Após ter a carteira da OAB, é importante fazer uma especialização para ser mais valorizado no mercado de trabalho.

Habilidades que um advogado precisa desenvolver

Para ser um advogado de sucesso, é preciso estudar muito durante os 10 períodos do curso de Direito, passar no exame da OAB para poder exercer a profissão e ainda se especializar. Mas também é preciso desenvolver certas habilidades. Confira algumas delas:

Capacidade de Argumentação;

Poder de Persuasão;

Conciliação;

Foco e Concentração;

Perfil Analítico;

Olhar Crítico;

Bom senso;

Gostar de ler, escrever, pesquisar e interpretar;

Falar bem em público;

Bom relacionamento interpessoal;

Respeitar regras e protocolos.

Sem advogado, não há justiça. Por esse motivo, o mercado de trabalho para quem opta pelo curso de Direito é bem amplo e não faltam oportunidades. Mas para se destacar e ter uma brilhante carreira, o ideal é estudar sempre. Graduação com pelo menos uma experiência como estagiário e especialização em alguma das diversas área do Direito é o melhor caminho para alavancar a carreira.